terça-feira, 12 de novembro de 2013

Talvez um dia quem sabe a gente se reencontra...

Existe um livro que conta a história de um cara que na cadeia foi acusado por um outro presidiário de saber a localização de uma dinamite na prisão que seria utilizada numa fuga.

Só que não existia a dinamite e todos acreditaram no presidiário fofoqueiro e o cara passou o resto da vida na solitária com guardas perguntando a ele onde estavam as bombas.

Que na verdade não existiam.

Cuidado ao julgar os outros...



Nenhum comentário: