sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Pro índio


Desculpa aí Abacate, mas quando eu vi ela pela primeira vez foi amor a primeira vista. E eu não sabia que seu coração também batia forte por ela.

Desculpa pela ingenuidade de achar que uma semana separado queria dizer fim de namoro. Mas ela era linda, e ainda é né.

Foi mal pelo modo como te contei, fui eu que te contei lembra?

Foram 6 meses de um amor, no meu ver hoje, meu amor.

Mas não é culpa dela, afinal, eu passei por isso também. Gostar não é amar.

Desculpa aí camarada, mas é só essa a explicação que te devo, pois o que aconteceu comigo e com ela depois é só da nossa conta.

Desculpa aí mexicano, mas ela não era mais a namoradinha de um amigo seu.

Pra ela, eu devo desculpas pela traição. E mesmo assim já passou tanto tempo...

E só!

Eu conheço vocês, mas na verdade a maioria de vocês era amigo dela. Apesar de conhecê-la por intermédio de vocês.

Grande abraço pra todos que sabem do que estou falando.




Nenhum comentário: