terça-feira, 23 de julho de 2013

See you later aligator


Sim eu quero dinheiro, quero trabalhar, tocar, escrever, viver. Por que não?

Não, não ligo muito pro sucesso, eu preferia ser um escritor porque a fama é menor e as pessoas te enchem menos o saco. Aliás, eu não queria ser eu vou ser escritor.

A música? Tá na minha alma, na minha essência, mas na boa, tem muita gente fazendo de tudo pra ter sucesso, inclusive atrapalhando os que tão quase lá, ou que pensam que tão quase lá...

É bruto, como diz aquela banda: WELCOME TO THE JUNGLE

Mas aí, que adianta a fama, o dinheiro, se você não consegue dormir a noite, ou pior, quando chegar quase lá, isso, lá em cima onde os anjos tocam trombetas, e você for repensar sua vida e ver o tanto de merda que fez.

Não sei, não sou vidente pra te dizer que existe mesmo um céu ou um inferno, a gente até tem fé, mas garantido mesmo, só depois que fechar os olhos.

Se há algo mais, é obrigação nossa deixarmos aqui um lugar melhor, se não há, é mais obrigação ainda contribuir para um mundo melhor. É esse lugar esquisito, que você quer deixar pros seus filhos, netos, bisnetos?

Prefiro um ateu convicto de bom coração à um religioso que tem fé só da boca pra fora.

Fiquem com sua fama meus caros, pois não to afim de entrar nessa às custas dos outros. Aliás nunca estive.

Adios, mas te garanto, I´ll be back.

Shalom

Nenhum comentário: