segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Vidas Desperdiçadas - Zygmunt Bauman



Neste livro do polonês Zygmunt Bauman ele lança um olhar sobre nossa sociedade contemporânea analisando aspectos sociais que muitas vezes nos negamos a enxergar.

Enormes contingentes de seres humanos destituídos de qualquer tipo de conforto e meios de inclusão social são literalmente jogados para escanteio, chamados pelo mestre de refugos humanos. Essa situação é presente em todo o planeta.

Segundo Bauman, essas pessoas estão privadas da modernidade, do mundo globalizado e são jogados para fora dos grandes centros urbanos. A individualização cada vez mais presente, o desemprego, a superpopulação, gerando os refugos, excluídos de um mundo cada vez mais moderno, integrado pela internet, que por sua vez também produz refugos de informação.

A depressão da geração X, que sentiu dificuldades para arrumar emprego, acabando com projetos de vida e de sonhos, muitas vezes sem ter a quem recorrer.

O livro faz parte de sua reflexão sobre a chamada Sociedade Líquida influenciada pela globalização e pelos problemas gerados por ela.

Um ótimo livro.

Nenhum comentário: