segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

Adeus China – O último bailarino de Mao



Livro autobiográfico de Li Cunxin, um dos grandes bailarinos do século XX, mostra a sua vida em meio a pobreza na China comunista dos anos 60, e sua ascensão no ocidente.

O garoto, nascido em Vila Nova, na Comuna de Li, perto da cidade de Qingdao, no noroeste da China, vivenciou o lado sombrio do comunismo de Mao, sua família quase não tinha o que comer, sexto filho de sete crianças, Li teria um destino de pobreza se não tivesse sido escolhido em sua escola para dançar balé na academia de dança de Pequim.

Lá ele aprendeu a disciplina, a vida também dura na academia, mas com a esperança de melhorar um dia. Ele se esforçou como nunca e se destacou ante a seus colegas da academia.

O garoto foi agraciado com uma viagem aos Estados Unidos e através do balé conseguiu espaço numa das mais conceituadas academias do mundo.

Um relato comovente e uma história de luta pela vida, porém, com algumas visões um pouco fantasiosas, pois não existe paraíso, apenas o que você constrói.

Um ótimo livro para conhecermos um pouco da China antes de sua abertura econômica.

Recomendo...

Nenhum comentário: