quinta-feira, 19 de abril de 2012

À lá P.C.

Dois monges, um mestre e seu discípulo caminhavam por um bosque florido que ficava atrás do Lendário Templo do Tempo, que servia de moradia e proteção para eles.

O aprendiz estava apreensivo pois havia experimentado a luxúria quando esteve na cidade grande. A mucama deixara-o em estado de choque e apaixonado, perguntou para seu mestre:

- Senhor, você já conheceu o amor de sua vida?

 - Oh, sim, meu jovem, já amei algumas mulheres, mas nunca tive uma esposa. O casamento não combina com o  caminho do monge. Você sabe disso não?

O jovem suspirou e passando a mão na cara virou-se para o seu professor e explicou o que lhe acontecera. Que fora levado por uma grande excitação que durara pouco mas o deixara completamente apaixonado por aquela mulher que nem sabia o nome.

- Como saber qual é o amor de minha vida ó mestre! Estou confuso...

O velho monge olhou para o céu azul, as árvores lá no alto e os pássaros mostrando a beleza para ele. Uma pequena lágrima caia de seus olhos. Ele sorriu para aquele pequeno garoto que cuidara desde criança e disse:

- O amor de minha vida, é a próxima.




Nenhum comentário: