sábado, 13 de agosto de 2011

Será?!



Nessa estrada interminável, nesse céu cinzento e escuro, com as gotas do orvalho da madrugada passada nas janelas do ônibus, olho para um casebre lá no fundo da paisagem de montanhas verdes e árvores escassas. Pequeno e modesto, uma casa para poucas pessoas, mas haviam muitas. Devia ter uma festa ali. Um churrasco ou uma reunião.






No raiar do sol?






Passando pela estrada havia um grupo de pessoas carregando um caixão. Levavam para o casebre. Era um enterro. E eles estavam comemorando ao invés de lamentando. Abri a janela e perguntei pra um senhor que acompanhava o grupo, mas devido a idade ia mais devagar, atrás dos outros:






- Porque festejam?






Ele me explicou que eram todos vizinhos e que há anos as famílas da região cultivavam essa tradição. Me parece que os índios que habitavam aquelas terras nos séculos passados se reuniam em volta da tribo para festejar a partida para um lugar melhor.






De repente, um louco em uma Harley Davidson passa pela estrada correndo e fecha o ônibus que teve que frear. Era um sujeito alto, forte e com uma AK-47 na mão. Ele sai da moto e atira em todo o mundo que estava carregando o caixão e grita:






- Vocês não tem que comemorar a partida de uma pessoa para um lugar melhor, tem é que transformar esse lugar de agora num lugar melhor.






Após matar todos que estavam na beira da estrada, ele olhou para mim e tirou um 38 e se matou com um tiro na cabeça.






Verdade...







segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Um pensamento




Uma vez pensaram que pensar sobre o pensamento era um ato um tanto difícil.



Pensadores pensaram que o pensamento seria simplificado junto à língua, mas mostraram a língua para os pensadores os surdos e o s mudos insatisfeitos feito grevistas incontidos na porta de suas indústrias.



Até que um pensador viu na televisão, num programa do Adnet, a seguinte frase:



Ó ú auê aí ó!



Uma sentença sofisticada como essa demonstra o grau do pensamento dos pensadores de tal lugar. Eu não me lembro agora qual lugar, pq antes eu tinha que me lembrar. Hoje eu acho tudo no google. Aliás pq diabos eu me lembro de um nome tão chique como esse Google e não me lembro do nome da cidade que fica aquela catarata bacana no Brazil.



Quer dizer Brasil.


Yeah!