terça-feira, 23 de março de 2010

Sorriso

Pressão, stress, correria, ambição, cobiça, mentira, inveja, ciúme, vício, violência, intolerância, preconceito.

Cansado, realmente cançado.

Pra que falar disso, pra que ver um corpo estendido no chão?

Pessoas dizendo o tempo todo como você deve ser, como deve falar, como se comportar, como viver.

Passamos o dia inteiro recebendo de tudo e de todos esse lixo goela abaixo.

E ainda assim queremos ser felizes.

Virar ermitão?

Talvez, mas você pode dizer que é só uma fuga, uma loucura.

Mas o que é essa tal de felicidade? Conforto?

Não quero o carro do ano, uma mansão, uma viagem pra Disney, uma guitarra de 10 mil, uma roupa de marca, um diamante.

Quero apenas seu sorriso...

domingo, 21 de março de 2010

Minas Gerais

Minas Gerais, terra do ouro, dos diamantes e do ferro. Terra do artesanato, da música, da literatura e das artes plásticas. Berço de Aleijadinho, de Carlos Drumonnd de Andrade, de Pelé. Minas Gerais de um povo hospitaleiro, alegre, culto, religioso e trabalhador. Somos como o minério de ferro, duros ou maleáveis, dependendo da situação. Minério poético, riqueza econômica e cultural de um estado que nasceu para brilhar.

Matéria prima para grandes construções e máquinas, o ferro encontra sua veia artística nas mãos de artesãos e de escultores que o transforma em variados monumentos culturais, com leveza ou peso, dependendo de quem os manuseia.
Ferro magnético assim como Minas Gerais, um lugar que transforma quem conhece; difícil vir aqui e não querer voltar. Como um imã de ferro, retornamos para cá e nos deslumbramos com um cenário bucólico, e com um povo merecedor de todas as riquezas que essa terra nos deu.

A infância na fazenda, subindo em pés de jabuticabas, escalando morros e encontrando uma pedra no caminho. A criança pergunta: O que é isso? Porque essa pedra brilha? È o minério que está nas montanhas e em nossos corações, na saudade de uma terra cheia de riquezas e histórias.