sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Pensei em você

Às vezes não compreendemos como pode a vida ser do jeito que é.
É fácil culpar os outros pelos nossos erros.

Mais fácil ainda gritar a plenos pulmões que esse mundo não presta.
Culpar a pessoa ao lado pelas nossas desgraças.

Ou ainda, querer ficar só, longe de tudo e de todos para não se magoar.
Fazer alguém chorar, se acabar em lágrimas é covardia.

Porque ainda restam dúvidas.

É muito fácil magoar quem nos ama.
Pois quem ama perdoa.

Perdoa as nossas falhas, nossa intransigência e confusão.

Viver como um ermitão não é a saída.
Nem viver em busca de aprovação.

O fato é que somos todos diferentes.
Não é possível generalizar.

Julgamento...
O culpado peca por julgar, pois logo mais será a sua vez.

A vida passa como um trem bala, como um foguete.
De vez em quando ficamos cegos e desorientados.

Quem merece nosso amor?
A pessoa fria? Calculista? Que usa as pessoas como brinquedo?

Não. Só quem conhece essa palavra merece o calor.

Saudades...

Nenhum comentário: